Parassonias

Sábado, 21 Maio 2016 11:16 Escrito por 
Avalie este item
(1 Votar)
São decorrentes da ativação do sistema nervoso central. As mais comuns são despertar confusional, terror noturno, sonambulismo, bruxismo e enurese noturna.
 
Bruxismo - Mais de 20% dos homens, mulheres e crianças rangem os dentes de forma inconsciente durante o sono. Algumas vezes o problema pode ser dental, mas na maioria das vezes é um problema nervoso. Há um método muito simples que vem causando satisfação para mais de 75% das pessoas afetadas por este distúrbio, quando praticado por um período de três semanas. Durante o dia, deve-se contrair as mandíbulas por um lapso de 5 a10 segundos. A operação deve ser realizada dez vezes por dia. Existem também moldes plásticos confeccionados por dentistas que preservarão os dentes e evitarão ruídos. 
 
Sonambulismo - Caminhar e falar dormindo são características do sonambulismo. Estudos indicam que 3% dos adultos, sem distinção de sexo, caminham dormindo regularmente. O problema atinge muitas crianças. Este distúrbio ocorre durante a fase de sono mais profundo e leva o indivíduo de um estado de inconsciência a uma zona de despertar psicológico parcial. O sonambulismo tem causa genética, assim como os pesadelos noturnos e a transpiração copiosa. Uma em cada cinco pessoas fala dormindo e isto acontece durante a fase mais leve do sono. A conversa geralmente não tem sentido, mas sim palavras soltas e respostas sem sentido. 
 
Sonilóquio - É a emissão de fala ou outro som durante o sono, sem que exista noção crítica, subjetiva e simultânea do evento. As características do sonilóquio podem variar desde sonos ininteligíveis, palavras isoladas, frases incoerentes, até o enunciar claro de sentenças. Geralmente dura um minuto e ocorre esporadicamente. Em crianças os sonilóquios são normais e passageiros.  
 
Terror noturno – Considerado um severo distúrbio do sono, o terror noturno pode provocar violentos movimentos corporais, agitação extrema, gritos, gemidos, falta de ar, suor, confusão e, em alguns casos, fuga da cama ou do quarto, comportamento destrutivo e agressões. O problema ocorre durante a fase do sono não-REM, geralmente dentro de uma hora após o sujeito ir para a cama. O paciente geralmente é incapaz de se lembrar de qualquer coisa após o acontecido. Pode coincidir com sonambulismo, em cujo caso andar e correr ocorre em conjunção com gritos, saltos e agitação violenta.  
Durante o ataque de terror noturno, existe uma superativação do sistema nervoso autônomo simpático, incluindo dilatação das pupilas, sudorese, aumento nas taxas respirátórias e cardíaca, além de aumento na pressão arterial.  
Como distinguir o terror noturno e o pesadelo? 
A intensidade do episódio e o horário em que acontece podem distinguir. O terror noturno e o pesadelo. O terror noturno acontece de maneira súbita no início da noite.  
 
Enurese noturna - É a perda involuntária de urina durante o sono, numa idade em que o controle urinário já deveria estar presente (a partir dos 5 anos). Os episódios miccionais ocorrem geralmente durante o sono profundo. Em cerca de 70% dos casos é de origem genética. Alguns medicamentos são eficazes para reduzir a freqüência das micções. 
 
Ler 1446 vezes Última modificação em Terça, 24 Maio 2016 17:43